QEYDİYYAT

Səhv ad və ya şifrə

qəbul edirəm.

Akkaunt var?

QEYDİYYAT

qəbul edirəm.

Есть аккаунт?

DAXİL OL


Və ya social şəbəkələrin köməyi ilə qeydiyyatdan keçin


Facebook Google

Akkaunt yoxdur?

ВОЙТИ

Или войдите с помощью

Facebook Google

Akkaunt yoxdur?

ŞİFRƏNİ UNUTDUNUZ ?

Şifrəni sıfırlama haqqda təlimat sizin E-mail ünvanınıza göndəriləcək

Kapçanı təsdiqləyin

ŞİFRƏNİ UNUTDUNUZ ?

Şifrəni sıfırlama haqqda təlimat sizin E-mail ünvanınıza göndəriləcək

01:55

Nos balneários de FC Penafiel e CD Mafra só se fala português

23.07.2019

news-img

Planteis mais portugueses dos campeonatos profissionais e onde até os estrangeiros se expressam na língua de Camões

Na LEDMAN LigaPro há dois balneários onde o Português é língua exclusiva. FC Penafiel e CD Mafra apresentam, esta época, planteis dominados pelo idioma de Camões, destacando-se, ainda, o facto de estas serem as duas equipas mais portuguesas das competições profissionais de futebol.

Em Penafiel (na foto, em jogo frente ao FC Porto B), num plantel de 27 jogadores, apenas três não são portugueses. Trata-se dos brasileiros Yuri Araújo, Cristian M. e Fernandinho.

Nas primeiras quatro jornadas, o técnico Armando Evangelista fez sempre alinhar onzes com 10 jogadores portugueses e um estrangeiro. O eleito, em todos os jogos, foi Yuri Araújo, jovem médio de 22 anos, natural de São Paulo, que chegou esta época ao plantel do FC Penafiel, depois de 73 partidas disputadas com a camisola do Ac. Viseu, onde apontou cinco golos em duas temporadas.

Yuri Araújo veio para Portugal na época 2013-2014, com apenas 17 anos, para alinhar pelo Lusitano Futebol Clube de Vildemoinhos (Campeonato de Portugal), de Viseu, proveniente do Clube Atlético Sorocaba (Brasil).

Terminada a 4ª jornada da LEDMAN LigaPro, o FC Penafiel ocupa o oitavo lugar, num campeonato em que arrancou mal, com derrotas frente ao FC Arouca (1-2), em casa, e FC Famalicão (2-0), fora. Nos dois últimos jogos, a formação rubro-negra melhorou a sua prestação e venceu o FC Porto B (2-0), em casa, e o SC Braga B (0-3), na deslocação à cidade dos arcebispos.

Mais a sul, o plantel do CD Mafra apresenta um plantel composto por 24 jogadores. Vinte deles são portugueses, dois brasileiros, um são-tomense e um natural da Guiné-Bissau. Dentre estes, destacam-se o guineense Flávio, chamado a titular em todas as partidas disputadas até ao momento, e o são-tomense Harramiz, que alinhou de início nas três últimas jornadas e apontou um golo no único jogo em que saltou do banco, na primeira ronda.

Formado nos Sub-17 e Sub-19 do Sporting CP, Flávio tem já um percurso assinalável, apesar dos seus 22 anos de idade, com passagens pelo SL Benfica B, SC Covilhã e San Antonio FC (Estados Unidos). Chegou ao CD Mafra esta época, depois de ter alinhado pelo CF União, nas épocas 2016-2017 e 2017-2018.

Além de Flávio e Harramiz, o brasileiro Vinícius Tanque foi suplente utilizado nos dois últimos jogos, entrando sempre entre os 70 e os 80 minutos. Um avançado, de 23 anos, que chegou esta época a Mafra, a título de empréstimo do Botafogo (Brasil), clube pelo qual conquistou, em 2014-2015, o título de campeão da série B brasileira.

Terminada a 4ª jornada, o CD Mafra soma mais um ponto do que a equipa penafidelense, ocupando o 7º posto da tabela classificativa.